quarta-feira, 27 de janeiro de 2010

CHEGOU A HORA!


E mesmo a chegar ao fim do tempo, estamos em trabalho de parto.
Fui a uma consulta e verificou-se que já estava com uma dilatação bem jeitosa e muitas contracções, mas vim para casa descansar porque as dores eram muito poucas (a Mini-Me mais velha também só me fez doer à séria pouco antes de saltar mesmo para fora. Sou uma afortunada, roam-se de inveja).

Estou agora a começar a sentir as dores de forma menos simpática, mas ainda mantenho o bom humor, por isso vou aproveitar para tentar dormir nesta que poderá ser a última noite sossegada dos próximos tempos.

Volto depois para anunciar como correu.


Iupi!

quinta-feira, 21 de janeiro de 2010

39 SEMANAS


E ás 39 semanas estamos assim.
O tempo não passa e eu começo a desesperar... humpft.


Deixo aqui provavelmente o último resumo:

39 Semanas

O bebé
As hormonas ajudam. O bebé continua a preparar-se para fazer a sua entrada no mundo. O seu sistema endócrino multiplica a produção de hormonas tendo em vista o nascimento. O bebé segregará mais hormonas contra a tensão durante o parto do que em qualquer outro momento da sua vida. Uma vez fora do útero, estas hormonas ajudá-lo-ão a manter os sistemas corporais sem a ajuda da placenta. Estas mudanças tão radicais exigem grande quantidade de energia e esforço, mas o bebé estará preparado.

Apanhar ar. Os pulmões do bebé prosseguem o seu desenvolvimento até ao dia do seu nascimento. Por agora, os seus pulmões continuam a trabalhar no fabrico do agente tensioactivo que evitará que os numerosos alvéolos se adiram entre si quando respirar ar pela primeira vez.

Chorar como um bebé. 'Vou gritar pela primeira vez!' Logo que toma a sua primeira quantidade de ar, o bebé chora com uma potência digna de uma diva da ópera. Este som é uma experiência agridoce, pois se ninguém gosta de ouvir um bebé a gritar de medo ou dor, este potente choro significa que respira bem. Não espere ver já lágrimas: os seus sacos lacrimais não as produzirão até dentro de umas semanas. E se o bebé não emite este barulho tão distinto, não fique nervosa: alguns bebés não choram ao nascer. O importante é que comece a respirar.

A gravidez
A dor. Existem muitas possibilidades quanto à medicação para as dores do parto. Alguns fármacos só aliviam as dores de parto, enquanto outros tentam pará-las por completo. Deve conhecer estas alternativas de que dispõe e falar delas com o seu médico antes do grande dia.

A voz dos especialistas. Fundamentalmente são dois os sinais que lhe indicam que o parto está próximo. Uma é a ruptura do saco amniótico (rebentar das águas). Outra é um fluxo mucoso sanguinolento, que não é senão o rolhão que esteve a obstruir o colo do útero.



E é isto.
Espero anunciar o nascimento da rapariga muiiiito brevemente!