terça-feira, 28 de julho de 2009

WEEEEEEEEE!!!!



É um pilocas!

;)

sábado, 25 de julho de 2009

AFINAL, QUEM É QUE SÃO OS IRRACIONAIS?

terça-feira, 21 de julho de 2009

AINDA AGORA LHE NASCERAM AS PERNAS...




...e já tinha de as saber cruzar??

Ontem fomos fazer a eco da TN (rastreio) e o crianço foi medido em tudo quanto era sítio. Está, pois, bonitinho e saudável como se quer e todo crescido como se vê.
Coraçãozito a 165bpm, TN normal, braços, pernas, mãos, pés e tuditudo perfeitamente visível.
É todo bonito.
Apesar do enorme alívio de estar tudo bem, saí um bocado coisa dali, porque no início o mini estava de pernas cruzadas, e depois começou aos pinotes para não mais parar. O que significa que ainda não sei o sexo do mini. Nem um palpitezinho. Nem um "é capaz de". Nada. Humpft.

Agora tenho consulta no GO sexta-feira e estou na esperança de ouvir pelo menos um "parece-me", ou qualquer coisa.



(se bem que isto de cruzar as pernas é de gaja. É, definitivamente, é de gaja.)



Entretanto, maravilhados que estamos pelo visionamento do nosso pequeno ser todo crescido e eléctrico, já começámos a pensar em nomes para o criaturo, e em princípio já está escolhido. Digo-vos quando souber se é x ou y ;)

Inté!

sexta-feira, 17 de julho de 2009

12 SEMANAS/ 3 MESES DE CRIANÇO

6 meses to go!

Feto ás 12 semanas:



E o desenvolvimento (os meus comentários a negrito como sempre):

12 semanas

O Bebé

Nesta fase quase todos os orgãos e estruturas do feto estão formados. Eles continuarão a crescer e desenvolver até ao parto. Os dedos das mãos e pés já se separaram e os pêlos e unhas iniciam o seu crescimento. Os genitais começam a assumir o seu aspecto final, feminino ou masculino (era bom que se assumisse até segunda-feira que eu quero ver o sexo na eco, faz favorzinho). O líquido amniótico começa a acumular-se, à medida que os rins começam a excretar urina. Os músculos das paredes intestinais começam a movimentar-se - é o peristaltismo intestinal, contracções no interior do intestino que ajudam na digestão e movimentação dos alimentos. Mede agora cerca de 9 a 11 cm e pesa em torno de 20 gramas ("o meu mai novo é um franganito...").
O feto mexe-se (e muito) se alguém toca na sua barriga, mas você ainda não consegue sentir os movimentos (não consigo mas agora que sei isto vou pô-lo a mexer a toda a hora, ahahah). As células nervosas multiplicam-se rapidamente. O feto adquiriu mais reflexos: se alguma coisa lhe encosta na palma da mão, os dedos fecham-se; se alguma coisa encosta na sola do pé, os dedos curvam-se; e, se alguma coisa encosta nas pálpebras, os músculos dos olhos contraem-se (e o quê, balha-me Deus, é que se lhe há-de encostar seja onde fôr?? Ele está um bocado isolado de...tudo, para ser encostado). Estando o cérebro completamente formado, o bebé também já sente dor (como assim? Se eu cantar no duche provoco-lhe enxaquecas?? Expliquem-me o que provoca dor nos fetos faxavor, que eu não sei).


A Mãe

O útero continua a crescer. A boa nova é que ele vai parar um pouco de pressionar a bexiga e as visitas ao wc vão diminuir um pouco (já reparei que sim, mas só diminuíram mesmo "um pouco". Tipo ir trinta vezes em vez de trinta e duas). Aproveite enquanto pode, pois no terceiro trimestre, o útero estará grande a ponto de voltar a pressionar a bexiga (o útero, esse grande sacana...). O mal estar matinal já está sob controle. Dores de cabeça e tonturas leves, bem como palpitações são comuns nessa fase graças ao aumento de volume sanguíneo, mas esteja certa de discutir esses problemas com o seu médico ("mas esteja certa...", que é isto? Discuto se quiser. Eu faço o que me apetecer. Fogo...).


E para já é isto. Segunda-feira temos eco, depois conto se houver novidades.
Amanhã vou ver se tiro uma foto ao TO do crianço, já que sou a única gaja com um baby blogue que ainda não pôs fotos. Devo no entanto avisar que, pelo que tenho visto nos outros blogues, esta barriguita é uma decepção. Uma de-cep-ção. Mas é o que há e tenho para mim que dentro de pouco tempo vou estar a queixar-me da enormidade do barrigo.

sábado, 11 de julho de 2009

11 SEMANAS

E o crianço está assim:





(este documentário do National Geographic é o mais avançado até à data sobre o assunto e muito premiado, vale mesmo a pena ver).


Hoje o sono atacou em força, maneiras que amanhã venho escrever mais.


Inté!

quinta-feira, 9 de julho de 2009

FANTÁSTICO :))

segunda-feira, 6 de julho de 2009

MAIS CEDO OU MAIS TARDE VOU TER QUE DIZER...

...ás pessoas que isto não são gases, não é?





Isto até agora tem sido facílimo omitir, porque sempre tive a barriga lisinha de todo e só se nota se alguém estiver exclusivamente à procura de ver aqui um baby bump. De lupa. Durante horas. Que eu não sou parva e uso roupas de verão assim pró fluído, que o meu patrão é um bocado anti-procriação e o emprego dá-me jeito para sobreviver e isso.
De resto não, não estou a ver ninguém a adivinhar, embora me tenham perguntado duas ou três vezes o que raio está a acontecer com as minhas mamas, ao que eu respondo "nada" embora fique toda convencida.
Mas, a experiência diz-me que a bonita fase cintura-lisa-e-mamas-grandes-como-nas-revistas está quase, quase a terminar, dando lugar à menos empolgante fase oh-afinal-está-mas-é-grávida.
Sei que na gestação da minha Mini começou a notar-se a barriga por volta dos 5 meses. Maneiras que sendo esta a segunda gestação, e portanto crescendo mais rápido, estou a contar com, no máximo, mais um mês sem ter que explicar ao meu patrão que sim, sou "daquelas que reproduzem". Vai ser difícil porque eu, jovem na casa dos vinte com emprego fatela a recibos verdes, sou um alvo fácil para os despedidores implacáveis deste mundo.
Orem portanto por mim, irmãs blogueiras, pois se entrar para o clube cada vez menos restricto do desemprego, estarei brevemente a impingir-vos Herbalifes e Vaporettos até ao auge da loucura.


No que toca à familia, os meus sogros e cunhados estão inteirados da notícia. Ah, e o meu marido. Ele também sabe. Pois. Que eu mal tive tempo de mijar no coisinho do teste que já ele estava a ver o que aparecia. E antes que perguntem, claro que ficou contente. Ficou extremamente contente, ou achavam que isto era um projecto obscuro só meu?
Decidimos ter um filho juntos porque queremos ser daqueles pais jovens todos porreiros, porque eu já sou mãe e portanto sei pegar em bebés sem deixá-los cair, porque ele ainda não tem filhos e é maluco por ser pai, porque eu sei que casei com um ser humano raro que, meu Deus!, é de uma sensibilidade enorme e que põe a família acima de tudo, porque adoramos crianças e porque nos amamos que é uma coisinha parva.

Agora, quanto à família da minha parte, ainda não lhes contei. Primeiro porque não vivo perto deles e acho muito chunga dizer uma coisa destas pelo telefone, e segundo porque a minha mãe vai emocionar-se toda e eu ainda tenho que passar no Pingo Doce e comprar lenços de papel.
A minha mãe é daquelas pessoas que adora, não, desculpem, ADORA, crianças. Gosta tanto de crianças que quando era pequena os outros putos da minha aldeia passavam o dia todo em nossa casa. Sempre. Quase só iam a casa dormir e voltavam. A minha mãe tinha a paciência de nos contar historias, fazer o lanche e entreter-nos a todos. Ainda hoje lhe chamam tia. A minha mãe tem "sobrinhos" que se fartam. É um amor de pessoa. E nós eramos chatos, muito chatos. Pelo menos eu era, já que o meu passatempo preferido era andar à chapada com a minha irmã (felizmente essa fase passou. A minha irmã vive agora a 300 km de mim. Mas é uma querida, a sério. A sério!).
O meu pai sempre achou e vai achar sempre que eu sou uma irresponsável sem remédio e que vou acabar a viver de paz e amor numa autocaravana hippie a comer flores para sobreviver, maneiras que provavelmente quando souber há-de dizer qualquer coisa como "lá tás tu...". Mas o meu pai é um castiço. Não somos muito intímos e eu nunca lhe diria isto, mas acho-o imensamente interessante. Um dia se calhar até lhe dou um abracinho só para o deixar atrapalhado. Ah-ah.
A minha irmã pronto, por culpa da distância vai ter de ser telefonicamente e ela vai dizer "ooooohhhh que fiiiixeeee" de certeza absoluta, porque a minhã irmã também achou durante imenso tempo que eu era um espírito livre que nunca iria ter objectivos a longo prazo (e eu sou um espírito livre. E vivo na paz e no amor. Por isso mesmo é que, havendo gente tão má no mundo, estou a fazer a minha própria gente), e também porque ela fala assim.


E fica a faltar a pessoa mais importante: a minha Mini. Claro que eu não sou burra e já a sondei sobre a hipotese de ter um mano, ao que ela respondeu, e passo a citar: "não é que eu me importe, é só que os bebés falam uma língua que eu não percebo, entendes?".
E penso eu: realmente, mas eu tinha alguma coisa que mandar vir um "estrangeiro" para conviver com ela? De modos que lhe disse que, se ela tivesse um irmão, eu prometo que vou ensiná-lo a falar a língua dela, para que possam discutir justamente. Ah-ah.
Mas a sério, pareceu-me que ela aceita bem a hipotese de ter um mano. A minha Mini adora bebés e tenciono fazê-la sentir-se responsável ao ajudar no que souber. A minha Mini tem um coração do tamanho do mundo. Ela é a mais tudo do mundo.


Os meus amigos vão sabendo aos poucos e vão dizendo "ai que giro", "ooooh também quero", "aproveita para dormir, muahahah", ou "eu uma vez vi o vídeo de um parto e não dormi durante três dias".


E eu, o que disse quando soube?
Querem mesmo saber?








É que não foi nada como nos filmes.







Na verdade o que eu disse foi.....

















bem..... foi......













"Oh Bernardo, esse teste deve tar marado, vai buscar outro à farmácia num instante".























Eu sei, é deprimente.
Mas isto não é a novela das oito.

sábado, 4 de julho de 2009

ORA PORTANTO

Ontem tinha tanto sono que não tive tempo para ir buscar as informações do costume sobre o desenvolvimento fetal ás 10 semanas, mas como o vídeo em baixo é focado na ecografia e eu quero saber tudo, tomai lá (os meus comentários a negrito como habitualmente):

10 Semanas


O bebé

A grande maioria das malformações congénitas ocorrem antes do final da décima semana. É encorajante saber que esta fase crítica já passou. Poucas são as malformações congénitas ocorridas no período fetal, mas lembre-se: drogas, exposições a radiação (Raio-X) e substâncias tóxicas, álcool e outras substâncias nocivas podem danificar células do feto a qualquer momento da gravidez.

O feto finalmente transformou-se de um girino para um bebé. Não só possui já uma forma humana, como a sua "cauda" (que era na verdade o desenvolvimento da medula espinal) desapareceu e se juntou à coluna vertebral.

Já se movimenta dentro do útero, embora a mãe ainda não perceba.

Os dedos das mãos e dos pés já estão bem definidos. O esqueleto está a começar a crescer e endurecer. As orelhas estão a tomar forma e as pálpebras já não são transparentes. Os dentes estão a formar-se, apesar de o bebé não vir a mostrar qualquer dente até seis ou sete (ou oito ou nove) meses após o nascimento. O cérebro cria agora uma marca incrível de 25.000 novos neurónios por minuto esta semana (muitos mais que a Paris Hilton em toda uma vida, portanto).

Se estiver grávida de um menino, ele começou a produzir testosterona. Em embriões femininos o clítoris começa a formar-se. O pénis desenvolver-se-á a partir dos mesmos tecidos, mas ainda é díficil reconhecer os genitais externos. E, sendo menino ou menina, os rins já criam uma abundância de urina (ah mijão!).

No término desta fase o bebé aumentou o peso cerca de 50 vezes.


A Mãe


A montanha-russa da náusea está quase a terminar, mas a montanha-russa de emoções (feliz, triste, chorosa, chateada. e tudo nos últimos 30 segundos) está apenas a começar. (oh, porra)

As hormonas que percorrem o seu corpo podem gerar confusão na sua sanidade emocional, por isso prepare-se para passar os próximos meses entre uma extremidade e outra do pêndulo emocional. Se se sentir particularmente triste ou deprimida fale com o seu médico, porque a depressão pré-natal é bastante comum. (não me parece que vá ficar deprimida, desde que não veja a Sic Mulher)

Neste período pode começar a sentir-se mais gorda e pouco atractiva mas não é bem assim, você está apenas grávida e sim, o seu corpo está a tomar formas mais arredondadas. ("ouviu, sua foca gorda? Você está grávida e vai inchar como um balão e não há nada que possa fazer quanto a isso, muahahaha")

O mal estar matinal começa a melhorar para algumas mães, mas para outras mulheres pode antes piorar (acho que o meu já passou. Acho). Nesta semana vai queixar-se de mau humor (eu ou os outros?) e a face pode ficar mais ruborizada devido ao aumento das hormonas (progesterona). Palpitações podem acontecer, mas são transitórias. O seu volume de sangue aumentará cerca de 40-50% durante a gestação; como resultado, vai notar com mais facilidade as veias, especialmente da barriga, seios e pernas.



E pronto, é isto. Já marcámos o rastreio do primeiro trimestre e daqui a duas semanas faz-se a ecografia da TN para despistar o Síndrome de Down.

Entretanto eu, se calhar, ía trabalhar, que já são horas.


Inté

sexta-feira, 3 de julho de 2009

10 SEMANAS DE TI

E hoje completamos dez semanas e o meu filho está assim:


Agora sim, carrego no ventre alguém com bom aspecto. Ah-ah.

E o progresso (enorme!) é este:




Não é impressionante? Eu acho que é impressionante.
Vou dormir, amanhã há mais.

quinta-feira, 2 de julho de 2009

Música